abr 20, 2017

Posted by in Noticias | 0 Comments

Léo Condé analisa empate e diz que CRB teve perto da vitória: “Faltou capricho”

Léo Condé analisa empate e diz que CRB teve perto da vitória: “Faltou capricho”

Léo condé diz que CRB esteve perto da vitória

Para o técnico, equipe regatiana jogou da forma que deveria jogar. Ele cita dificuldade do campo, mas afirma que time soube se impor ao levar a vantagem para o Rei Pelé

O técnico Léo Condé, do CRB, fez um jogo satisfatório diante do Murici, na primeira partida da semifinal do Campeonato Alagoano. Após o empate por 1 a 1 (veja acima os melhores momentos), o treinador avaliou a atuação da equipe e destacou que, por pouco, o Galo não voltou para casa com a uma vantagem ainda maior. Domingo, o time chega à final com mais um empate.

– A nossa equipe fez o jogo da forma que tinha que fazer, lutou muito, brigou muito. A gente já começou com algumas situações que teve que fazer alguns improvisos, em razão do Maílson não poder jogar, com o Sérgio Mota e o Clebinho de fora; aí dentro desse improviso eu fiz a opção de adiantar o Jocinei para a meia. Em razão do campo pesado, ele é um jogador forte, que tem chute, tem domínio. A gente fez isso, ele teve um pouquinho de dificuldade no início, mas depois entrou no jogo e a gente conseguiu se impor mesmo com a dificuldade do campo. A gente já esperava também [a dificuldade do campo], não é novidade, mas a equipe conseguiu se impor, faltou um capricho maior no penúltimo passe, na última jogada ali para a gente conseguir criar algumas situações de gols – analisou.

Na avaliação de Condé, os donos da casa não criaram grandes problemas para o sistema defensivo do CRB.

– Eles não ameaçaram tanto o nosso gol. Tiveram uma jogada ou outra isolada, um cruzamento ali na frente do Juliano, mas aquela chance clara não tiveram – disse.

Apesar do bom resultado obtido em Murici, o treinador ressaltou que o Galo poderia ter saído com uma condição melhor para o segundo confronto do mata-mata. Mesmo tendo a vantagem do empate na segunda partida, marcada para domingo, no Rei Pelé, ele alertou que é preciso ter cuidado.

– No segundo tempo, a gente sofreu o gol muito rápido, a equipe sentiu um pouquinho ali durante uns 10, 15 minutos, mas, a partir do momento que a gente conseguiu o empate, a equipe se sobrepôs no final do jogo todinho. Faltou caprichar ali na hora de encaixar o contra-ataque, na hora do cruzamento, da finalização, [o time] ficou um pouco ansioso. A gente poderia ter saído com um resultado melhor, mas de qualquer forma vale o espírito de luta dos jogadores, a gente leva um bom resultado, mas ainda vai ter um jogo difícil ainda. A equipe do Murici já apresentou as suas qualidades no campeonato, na Copa do Brasil também, a gente vai continuar respeitando e tentar se impor dentro dos nossos domínios para conseguir essa classificação para a final – concluiu.

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *