maio 25, 2017

Posted by in Noticias | 0 Comments

Neto Baiano marca! CRB acaba com a invencibilidade do Santa

Neto Baiano marca! CRB acaba com a invencibilidade do Santa

crb x santaDe pênalti, camisa 9 volta a decidir e coloca o Galo na liderança da Série B. Tricolor fica com seis pontos e ocupa agora o quarto posto no campeonato

Não vai ser fácil pra ninguém enfrentar o CRB no Rei Pelé. Nesta terça, Neto Baiano decidiu de novo, e o Galo bateu o Santa Cruz por 1 a 0, pela terceira rodada da Série B. O gol foi marcado de pênalti, aos 28 minutos do segundo tempo, e valeu a liderança para o time alagoano, que tem agora sete pontos na Segundona. Ainda está invicto. O Tricolor, com seis, perdeu a invencibilidade e ocupa a quarta colocação.

Os times vão ter tempo antes de voltar a campo pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O CRB joga fora de casa, dia 2 de junho, contra o Oeste, às 20h30. O Santa só vai atuar no dia 3, em Recife. Recebe o ABC, no Arruda, às 16h30.

Primeiro tempo mais equilibrado

O jogo começou bem amarrado. Atacantes voltando para fechar o espaço na defesa , correria e pouca inspiração. O CRB tomou a iniciativa, mas forçou muito pela esquerda, com Mailson, e foi neutralizado pelo Santa. A partida só melhorou depois dos 30. Muito. O Santa apertou e quase marcou após falha de Juliano, que bateu roupa numa cobrança de falta de Anderson Salles.

Pitbull e Everton Santos não aproveitaram o rebote, e André Luís errou a finalização. A jogada saiu aos 32. Na sequência, André soltou uma bomba de longe, e Juliano espalmou para escanteio. Aos 42, Tiago Costa cruzou da esquerda na cabeça de Pitbull, que subiu sem marcação e errou o alvo. O CRB reagiu nos minutos finais do primeiro tempo. Neto cabeceou no meio da defesa, para baixo, e quase abriu o placar. Depois, Chico chutou rasteiro, de fora da área, e assustou o goleiro do Santa.

Neto decide no segundo tempo

Técnico do Galo, Léo Condé avançou as peças na etapa final. Ele trocou Edson Ratinho por Elvis, e o CRB ganhou mais força ofensiva. Passou a variar as jogadas. Aos sete, Chico bateu firme de fora da área, e Júlio Cesar defendeu com muita dificuldade. Com liberdade, o lateral Marcos Martins levava muito perigo nos cruzamentos.

Numa jogada do lateral, pela direita, Neto cabeceou, Júlio fez um milagre e, no rebote, Anderson Salles cortou com o braço. Pênalti claro, e quem avisou ao árbitro foi o assistente Rafael Trombeta. Acertou. Neto Baiano tomou muita distância, esperou o goleiro do Santa cair e tocou com muita categoria, aos 28 minutos. Perdendo por 1 a 0, o Tricolor foi pra dentro e quase empatou aos 34. Flávio Boaventura se antecipou a Everton Santos após um cruzamento por baixo e, pro lado errado, carimbou o travessão do Galo. Depois, Neto teve um gol bem anulado por Trombeta. Estava mesmo impedido quando cabeceou para a rede. Teve mais. Aos 44, Chico fez linda jogada pela esquerda, passou por dois e serviu ao camisa 9 do CRB, que bateu de primeira, mas errado. Foi a última chance da partida.

468 ad

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *